A ORDENAçãO DAS MULHERESheader

Responsive image

PORTãO

SETE RAZõES

DESAFIAR O PAPA?!

RECURSOS

NAVEGUE

Nederlands/Vlaams Deutsch Francais English language Spanish language Portuguese language Catalan Chinese Czech Malayalam Finnish Igbo
Japanese Korean Romanian Malay language Norwegian Swedish Polish Swahili Chichewa Tagalog Urdu
------------------------------------------------------------------------------------
As mulheres diáconas

As mulheres diáconas

Desde os primeiros tempos, as mulheres tomaram parte activa no ministério da Igreja. A natureza precisa e as dimensões exactas deste ministérios não são fáceis de definir, em parte pela escassez de documentos históricos, em parte devido à diversidade desses ministérios e à variedade de nomes que lhes eram atribuídos. Durante os dois primeiros séculos, a ordem das “viúvas” parece ter absorvido o essencial do compromisso apostólico feminino. O desenvolvimento e o posterior declínio do diaconado feminino é uma história complexa.

Atendendo ao nosso principal argumento, vamos concentrar-nos aqui neste facto inegável: desde o século III até pelo menos ao século VIII, a Igreja teve diáconas muito activas e validamente ordenadas.

  1. A ordenação diaconal conferida às mulheres era uma verdadeira ordenação sacramental, idêntica no essencial à dos homens.
  2. A ordenação das mulheres diáconas foi confirmada em Concílios da Igreja.
  3. As tarefas desempenhadas pelas diáconas eram paralelas às dos seus colegas masculinos, com certos deveres particulares decorrentes da posição e necessidades das mulheres dessa época. Essas tarefas constituíam um ministério diaconal completo.
  4. Documentos históricos confirmam que o diaconado feminino floresceu durante vários séculos, particularmente na Grécia, Síria e regiões dependentes de Bizâncio.

Visto que o diaconado faz parte do sacramento da Ordem, conclui-se que, se as mulheres podiam ser validamente ordenadas diáconas, também podiam ser validamente ordenadas sacerdotes.

O Concílio de Trento definiu:

“Se alguém disser que não há, na Igreja Católica, uma hierarquia instituída por disposição divina, composta por bispos, sacerdotes e diáconos, seja anátema” (Denzinger n.º 966).

Ir para

Ler “Já houve mulheres diáconas” em The Tablet, 8 de Maio de 1999.

Texto de John Wijngaards.

Traduzido por Idalina Vieira


Escreva! Carregue aqui, se deseja apoiar a nossa campanha a favor da ordenação das mulheres.
Credits for the music?

Se citar este texto, referencie-o como publicado em www.womenpriests.org!